Últimas do Blog

saúde feminina.jpg ginecologia Consequências em curto prazo da Síndrome dos Ovários Policísticos Olá. No post de hoje, eu falarei das consequências da Síndrome dos Ovários Policísticos em curto prazo. De curto prazo, as consequências mais prevalentes são alterações de aspecto dermatológico, reprodutivos e emocionais ou de humor. No primeiro caso, incluem-se os reflexos do hiperandrogenia na pele. O hirsutismo é o mais comum, e afeta cerca de 70 % das mulheres diagnosticadas com a SOP. Já a alopecia androgênica e a acne atingem 34% e 25%, respectivamente, portanto, são consequências menos prevalentes. Já no aspecto reprodutivo, estima-se que a Síndrome dos Ovários Policísticos seja responsável por 80% dos casos de infertilidade anovulatória,…Continuar Lendo
obesidade.jpg ginecologia A relação entre obesidade e Síndrome dos Ovários Policísticos Olá. No post de hoje, eu falarei sobre a relação entre a obesidade e a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), que é bastante complexa. Estudos apontam que entre 30 e 75% das mulheres diagnosticadas com a SOP apresentam algum grau obesidade. Esse problema pode propiciar outras comorbidades importantes como complicações metabólicas e maior incidência de alguns tipos de câncer, ocasionados pelo aumento do nível de estrogênio. Mulheres obesas portadoras da SOP podem desenvolver um tipo mais severo da síndrome com maiores índices de resistência à insulina, hiperinsulinemia, disfunções metabólicas severas e hiperandrogenismo. Além disso, vários estudos apontaram que há uma chance maior de resistência à…Continuar Lendo
clamidia-786x540.jpg ginecologia Síndrome dos Ovários Policísticos – Sintomas Olá. No primeiro post sobre a Síndrome dos Ovários Policísticos, eu citei rapidamente os sintomas da doença. Agora, vamos falar mais detalhadamente sobre cada um deles. Os sintomas mais comuns da SOP são divididos em: - Alterações no ciclo menstrual: a paciente ovula com menos frequência, o que pode causar episódios de amenorreia (ausência de menstruação), ou tem atrasos menstruais frequentes, com ciclos maiores do que 35 dias; - Hiperandrogenismo: presença de características masculinas. Seja pelo excesso de pêlos (principalmente na face (região de queixo), seios (região entre as manas) , região abdominal/virilha e queda de cabelo ou elevação destes hormônios…Continuar Lendo
Miomectomia 1.png ginecologia Síndrome dos Ovários Policísticos - Causas e fatores de risco Olá. Continuando a série sobre Síndrome dos Ovários Policísticos, hoje vou falar sobre as principais causas e fatores de risco dessa condição. Confira! As causas da SOP não estão totalmente estabelecidas, mas estudos apontam uma ligação entre essa patologia e a hiperprodução de hormônios esteroides – principalmente os andrógenos. Outra causa frequentemente associada à Síndrome é a alta produção de insulina, além de fatores genéticos. Fatores de risco Os fatores de risco mais comuns são:  - Obesidade; - Excesso de insulina no sangue; - Resistência à insulina; - Herança familiar; - Baixo peso no nascimento. Se você se encaixa em…Continuar Lendo
sindrome policísticos.jpg ginecologia Síndrome dos Ovários Policísticos - O que é e como se forma Olá! Hoje, eu começo uma série sobre a Síndrome dos Ovários Policísticos. Durante o mês de setembro, vou esclarecer o que é a Síndrome, seus sintomas e suas consequências para saúde a curto e longo prazo. A SOP é a endocrinopatologia mais comum nas mulheres e pode ser associada a outras doenças que tendem a afetar a saúde e o bem-estar geral da paciente. Para entender, é preciso saber que pelo menos 30% das mulheres apresentam ovários com múltiplos "cistinhos", ou seja, têm aumento do volume do ovário e formação de várias "bolinhas" chamadas de folículos antrais, isto é absolutamente…Continuar Lendo
amamentacao-leite-materno.jpg obstetricia Meu leite empedrou, e agora? Olá, meninas. O empedramento do leite é um problema muito comum durante a amamentação. Entenda o problema e conheça dicas para combatê-lo. Essa condição é chamada também de ingurgitamento mamário, e se caracteriza pelo excesso de leite e pelo endurecimento das mamas logo após o início da amamentação. As principais causas desse problema são: ficar muitas horas sem amamentar, ingestão em excesso de líquidos, suplementação excessiva ou ingestão de medicamentos que aumentam a produção de leite e sucção ineficiente do bebê. Os principais sintomas do ingurgitamento mamário são: - Endurecimento das mamas; - Mamas excessivamente inchadas e volumosas; - Desconforto…Continuar Lendo
exercicio-e-menstruacao-.jpg obstetricia Agosto dourado: Atividade física e amamentação Olá! Muitas mulheres que realizam atividades físicas regularmente pensam em retornar com a prática ainda durante o período de aleitamento exclusivo, mas têm receio de que o exercício interfira na amamentação. É sobre isso que vamos falar no post de hoje. 1) O exercício físico pode “secar” o leite? Não. Uma coisa não invalida a outra. A atividade física realizada na medida certa e com acompanhamento profissional adequado não impacta negativamente a amamentação e nem diminui o volume do leite. A prática de exercícios físicos pode sim ser realizada sem contraindicações. 2) Após quanto tempo do parto a atividade física…Continuar Lendo

Vídeos

AGENDE SUA CONSULTA

Nome:

E-mail:

Telefone:

Celular:

Captcha